segunda-feira, 12 de julho de 2010

Dá um abraço?

video

Pesquisar, apurar, checar e todos os possíveis sinônimos para as palavras anteriormente citadas são o pesadelo para qualquer estudante de jornalismo. Sim, esta é a parte mais chata, pelo menos no meu ponto de vista! Afinal de contas, formar opinião e produzir conteúdo jornalístico para qualquer veículo, principalmente internet (informalmente, na maior parte das vezes) é extremamente gratificante e super legal. Mas... apurar, pesquisar, checar... ai, é realmente cansativo, porém, necessário! E é exatamente isso que o jornalista Ricardo Kauffman retrata em seu documentário "O Abraço Corporativo" (recomendado pelo jornalista e escritor Ricardo Benevides,@rbene - #ficadica). Pra quem não viu o trailer ou não sonha do que trata, lá vai um breve resumo (Fonte O Globo):

O documentário conta a história do consultor de RH Ary Itnem e de sua "teoria do abraço", desenvolvida pela CBAC (Confraria Britânica do Abraço Corporativo) e de como ela pode combater uma séria doença que afeta empresas pelo Brasil e pelo mundo: a "inércia do afastamento", subproduto da falta de comunicação provocada pelo uso excessivo das novas tecnologias nas corporações, problema responsável pelo cada vez menos frequente mas sempre saudável diálogo interpessoal.

Em 2006, Itnem virou febre na internet depois de desfilar (e filmar a façanha) na Avenida Paulista segurando um cartaz com a simples frase: "DÁ UM ABRAÇO?". O vídeo foi visto mais de 650 mil vezes. O consultor, por conta de seu filme amador, deu muitas entrevistas para a mídia nacional sobre relacionamento interpessoal nas empresas e sua teoria do abraço. Desde Heródoto Barbeiro (rádio CBN) até Gilberto Dimenstein (Folha de São Paulo).

Até então, tudo não passa de mais uma das teses do mundo corporativo, certo? Errado! Tudo indica ser mais uma tese normal, se o consultor existisse de fato. O nome, Ary Itnem, quando olhado ao contrário revela o que tudo realmente é: MENTIRA. O super bem sucedido consultor de RH da tese do abraço é um ator, e o personagem, foi criado por Kauffman e outros amigos jornalistas, baseados em uma discussão de como se frabicam notícias Brasil e como os veículos de comunicação, sem tempo para CHECAR INFORMAÇÕES, simplesmente aceitam tudo que aparenta ser verdade.


Pois é, viu como é necessário apurar, Sr. Jornalistas?!
O trailer e o vídeo do Sr. Mentira pedindo abraços por São Paulo me deixou curiosa para assistir o documentário e mudar minha opinião sobre apurações e afins...Quem, assim como eu quiser assistir, vai ter que esperar, afinal, está em negociação se o documentário será exibido aqui no Rio ou se virará DVD. Seja qual for a decisão, futuros jornalistas de plantão não podem perder!
Acho que depois dessa, não faço mais corpo mole para checar não. Afinal, nada pior do que espalhar uma "falsa verdade" por aí.
Mas, peraí... dá um abraço? ;)



Quem quiser saber mais sobre o documentário de Kauffman é só entrar no link -> http://oglobo.globo.com/cultura/mat/2010/07/11/documentario-abraco-corporativo-critica-forma-de-se-produzir-noticias-hoje-917120093.asp Super beijos!

3 comentários:

  1. Excelente !
    Eu costumo jogar as coisas no google, qndo fico na dúvida !HAHA
    E acho essencial checar antes de transmitir... tem mto jornalista que fala muita besteira por ai !
    Parabéns pelo blog ! ;)

    =*

    ResponderExcluir
  2. poxa, parece bem interessante o documentário!
    ah, e obrigada por linkar meu blog, já linkei o seu =)
    beijos!

    Nath
    www.floresnajanela.com

    ResponderExcluir
  3. Esse documentário parecer ser genial. Muito bom mesmo!! Quero assistir!!

    Agora, quanto a apuração é o que eu mais gosto de fazer. Checar cada detalhe, descobrir cada pedacinho da história é comigo mesmo. hehehe

    To adorando o blog, Mari. Parabéns!!

    ResponderExcluir