segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Você consegue viver UNPLUGGED?



Em pleno século XXI, no auge dos lançamentos mais disputados da Apple e concorrentes, na constante rotina de e-mails, SMS, redes sociais, e - banking, 3G e afins... vem um ser e faz a seguinte pergunta: Você consegue viver UNPLUGGED?
Tá, eu até tentei neste último fim de semana. Totalmente desconectada, minha intenção era ficar fora do mundo virtual até no mínimo, quarta-feira. Resultado óbvio: NÃO CONSEGUI. Eis que hoje na aula de Jornalismo Digital, me deparo com uma matéria da revista Galileu, em 2008, sobre a experiência de uma corajosa jornalista, a Paula Sato, em se “desplugar” totalmente durante 30 dias. As regras eram as seguintes:

- Nada de internet
- Celular desligado
- Não ligar para o celular de outras pessoas, só para o telefone fixo
- Não usar cartões de débito ou crédito
- Não usar o caixa eletrônico do banco
- Videogame, sim; jogos online, não
- Pay-per-view na TV está proibido
- iPod, ok, mas sem músicas baixadas da internet
- Computador só como máquina de escrever

Agora imagine uma jornalista totalmente off-line? Quase impossível. Mas a Paula conseguiu cumprir o desafio durante três semanas. E ainda descobriu dados relevantes, que vou contar pra vocês agora!

- Segundo pesquisas do Ibope, das 53,1 milhões das residências brasileira, 10,3 milhões têm telefone e internet.

- O Brasil é o pais onde as pessoas permanecem conectadas por mais tempo. Em 2008, somente nas residências, os internautas brasileiros navegavam 23,33 horas durante o mês, contra 20,58 horas dos franceses e 20,1 dos espanhóis.

- Segundo dados da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o País possui 140 milhões de linhas de celular, 33 milhões delas só no estado de São Paulo. E a tendência é que cada vez mais pessoas deixem de ter telefone fixo e passem a usar apenas o celular.

- No fim de 2007, a densidade de telefones fixos por cada 100 habitantes no Brasil era de 20,7, contra 63,3 do telefone celular.

Eu realmente nem imagino minha vida sem internet. Minhas pesquisas sem o Google. Meu dia sem celular e Twitter. Posso até abandonar o blog por dias, mas sempre penso em algo novo pra ele... e depois de sofrer somente imaginando a experiência (traumática) da Paula Sato, entendi que minha vida sem esse universo digital, de constante mutação, cheia de caminhos bons e ruins, não é a mesma. E diante de toda essa minha filosofia, me surgiu uma dúvida: Existia vida antes da internet? Alguém hoje, sem sã consciência, consegue viver desconectado de tudo? Acho que não...

3 comentários:

  1. Eu consegui!! hehehe ;)
    Foram quatro longos dias, mas eu consegui! rs
    Espero que nunca mais.

    ResponderExcluir
  2. como foi possível viver sem? nao sei se tem resposta ASHUSAUHSA já tentei fazer o mesmo que voce, o resultado também foi o mesmo! ahah
    beeijo.

    ResponderExcluir
  3. Oi Gostei do seu Blog, tbm sou nova por aqui
    Me segue por favor http://suellenveronez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir